Quinta-feira, 20 Junho 2019
Home > Notícias > 2014: Ano Internacional da Agricultura Familiar

2014: Ano Internacional da Agricultura Familiar

2014: Ano Internacional da Agricultura Familiar

Ano Internacional da Agricultura Familiar (AIAF) 2014 tem por objetivo destacar o perfil da agricultura familiar e dos pequenos agricultores, focalizando a atenção mundial no seu papel importante no alívio da fome e pobreza, provisão de segurança alimentar e nutrição, melhora dos meios de subsistência, gestão dos recursos naturais, proteção do meio ambiente e obtenção do desenvolvimento sustentável, particularmente nas áreas rurais.

O objetivo do AIAF 2014 é reposicionar a agricultura familiar no centro das políticas agrícolas, ambientais e sociais nas agendas nacionais, identificando lacunas e oportunidades para promover uma mudança rumo a um desenvolvimento mais equitativo e equilibrado. 

Mas o que é a Agricultura Familiar?

A agricultura familiar inclui todas as atividades agrícolas de base familiar e está ligada a diversas áreas do desenvolvimento rural. Consiste numa forma de organização das produções agrícola, florestal, pesqueira, pastoril e aquícola que são geridas e operadas por uma família e predominantemente dependente de mão-de-obra familiar, tanto de mulheres quanto de homens. 

Com um papel fundamental a nível socioeconómico, ambiental e cultural, tanto nos países em desenvolvimento como nos países desenvolvidos, a agricultura familiar está condicionada por condições agro-ecológicas e características territoriais; ambiente político; acesso aos mercados; acesso à terra e aos recursos naturais; acesso à tecnologia e serviços de extensão; acesso ao financiamento; condições demográficas económicas e socioculturais; disponibilidade de educação especializada; entre outros.

Porque é importante a agricultura familiar?

1. A agricultura familiar e os pequenos agricultores estão inextricavelmente vinculados à segurança alimentar mundial. 

2. A agricultura familiar preserva os alimentos tradicionais, além de contribuir para uma alimentação equilibrada e salvaguardar a agrobiodiversidade e o uso sustentável dos recursos naturais.

3. A agricultura familiar representa uma oportunidade para impulsionar as economias locais, especialmente quando combinada com políticas específicas destinadas a promover a proteção social e o bem-estar das comunidades. 

Quatro objetivos-chave deste Ano Internacional da Agricultura Familiar:

1. Apoiar a formulação de políticas agrícolas, ambientais e sociais que promovam a agricultura familiar sustentável.

2. Aumentar o conhecimento, a comunicação e conscientização pública.

3. Obter um melhor entendimento das necessidades, potencial e restrições da agricultura familiar, e assegurar apoio técnico.

4. Criar sinergias para a sustentabilidade.

E porque o desenvolvimento é uma responsabilidade partilhada todos temos um papel a desempenhar.

A Agricultura é um setor chave para garantir a erradicação da pobreza e a segurança alimentar. Assim, este ano internacional reconhecido como fulcral pelas Nações Unidas não pode deixar de refletir a questão da Coerência das Políticas para o Desenvolvimento. 

As ações, campanhas e políticas adotadas devem estar alinhadas com os desafios do Desenvolvimento e os novos desafios económicos, sociais, ambientais e demográficos.


Fonte: FAO.

Voltar

Partilhar nas redes sociais  Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no LinkedIn

Municípios Aderentes

Calendário

Junho - 2019

DomSegTerQuaQuiSexSab
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30 

 

Conteúdos IMVF: Mónica Santos Silva :: Ana Teresa Santos :: Ana Isabel Castanheira