Quinta-feira, 29 Junho 2017

Maia

Município Maia
Área83.14
População135306
PresidenteAntónio Gonçalves Bragança Fernandes
Presidente da Assembleia MunicipalLuciano da Silva Gomes
GeminaçõesSão Nicolau - Cabo Verde; Nampula - Moçambique; Água Grande - São Tomé e Príncipe.
Telefone00351 22 940 860 0
Fax00351 22 941 284 6
Emaildrice@cm-maia.pt
Sitehttp://www.cm-maia.pt
Questionário de Diagnóstico Preenchido :: reuniões de acompanhamento :: Relatório de Acompanhamento em Elaboração

 

Acções

Comunicar para o Desenvovlimento

 

Metas

  • Assumir o compromisso autárquico
    • Assinar publicamente a “Declaração por uma Cidade Glocal”
      • Assinatura da "Declaração por uma Cidade Glocal"
      • Assinatura e divulgação da "Declaração por uma Cidade Glocal"
    • Pôr em prática, em conjunto com a Coordenação da campanha Go Local: Por uma Cidade Sustentável, um mecanismo de implementação local das Metas para uma Cidade Glocal
      • Existência de um Plano de Ação
      • Implementação do Plano de Acção
      • Nomeação do Ponto Focal
      • Atribuição de um "mandato claro" ao ponto focal
    • Assegurar a coerência das políticas de cooperação intermunicipal com os princípios do Desenvolvimento
      • Existência de uma Política de Cooperação Intermunicipal
      • Política de Cooperação Intermunicipal coerente com as políticas de Desenvolvimento Sustentável
      • Política Municipal coerente com as políticas de Desenvolvimento Sustentável
    • Empenhar-se e cooperar com outras entidades a favor de compromissos internacionais como os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio
      • Cooperação com entidades locais na promoção da Justiça Social
      • Integrar temas chave da agenda do desenvolvimento internacional na agenda local
  • Comunicar para o desenvolvimento
    • Sensibilizar e criar sinergias, diálogo e partilha de informação para a replicação das práticas mais eficazes do Desenvolvimento Sustentável
      • Ter um canal de comunicação eficiente que permita a participação dos cidadãos nas decisões de autarquia
    • Promover o debate, a partilha de experiências, a consultadoria e a solidariedade entre Municípios a nível glocal
      • Campanhas de Sensibilização para os munícipes
    • Reforçar os conhecimentos, capitalizando o trabalho de organizações locais
      • Organização de debates sobre o Desenvolvimento Sustentável
    • Divulgar publicamente os progressos do Município perante os compromissos assumidos
      • Reforçar o diálogo com atores chaves da sociedade civil
    • Consultar e envolver a comunidade, divulgando os seus contributos
      • Estabelecimento de meios de comunicação eficientes que contribua para a informação dos munícipes
    • Promover o debate e informação através dos media locais
      • Apoio a entidades locais no âmbito do Desenvolvimento Sustentável
  • Promover uma cidade de oportunidades
    • Favorecer a acessibilidade e mobilidade para todos
      • Acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida nos edifícios municipais
    • Implementar projetos de valorização e integração dos munícipes
      • Acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida no espaço público
    • Disponibilizar oportunidades de formação ao longo da vida
      • Acordos de parceria com o tecido empresarial público e privado no Município
    • Apoiar e integrar as camadas mais carenciadas da população
      • Existência de Protocolos com institutos de formação
      • Existência de Serviços de Ação Social ativos e com programas próprios
      • Oportunidades de integração na sociedade
    • Promover a interculturalidade e a valorização das comunidades migrantes potenciando as relações de Cooperação para o Desenvolvimento com os países de origem
      • Estabelecer sinergias com os cidades/Municípios representativos da sua comunidade migrante
    • Disponibilizar acesso gratuito à cultura e à informação
      • Existência de dias grátis /entradas grátis nos espaços culturais municipais
      • Existência de um boletim municipal/placards de rua
      • Valorização dos espaços culturais
      • "Abertura" dos espaços municipais às atividades culturais
  • Criar uma economia inclusiva
    • Conceder igualdade de oportunidades a mulheres e a homens
      • Existência de quotas para homens e mulheres
      • Divulgar resultados que comprovem a igualdade de oportunidades
    • Incentivar o acesso das pessoas desfavorecidas a atividades geradoras de rendimento
      • Existência de incentivos a pessoas desfavorecidos a atividades geradores de rendimentos (formações, associações, etc)
    • Estimular a proximidade económica, produtos e negócios locais
      • Existência de benefícios para produtores locais (feiras, associações de produtores, cooperativas…)
      • Apoiar o empreendedorismo social
        • Formações sobre empreendedorismo social
        • Apoio à responsabilidade social
      • Incentivar o voluntariado, em especial o dos colaboradores dos municípios.
        • Existência de programas de voluntariado para cidadãos
    • Gestão do ambiente urbano
      • Privilegiar o uso de produtos de agricultura biológica, de proteção integrada e de produção local e/ou nacional.
      • Otimizar a utilização de energias renováveis e equipamentos com certificação de eficiência energética
        • Existência de incentivos à utilização de energias renováveis e certificação energética dos edifícios públicos
      • Promover a educação e eficiência na utilização e consumo de água
        • Existência de programas de Educação Ambiental
        • Existência, no espaço público de alertas para a redução do consumo de água
      • Prevenir a produção de resíduos e promover a sua transformação, motivando para a aplicação da política dos R’s: Reduzir, Reutilizar, Repensar, Restaurar e Reciclar
        • Existência de um sistema de recolha e separação de resíduos
        • Existência de programas de fomento à separação de residúos
      • Promover e criar condições para a existência de padrões de mobilidade mais sustentáveis
        • Existência de uma rede de transportes públicos no Município
      • Privilegiar os espaços verdes e as espécies autóctones ()
        • Existência de espaços verdes
        • Espaços verdes com programas de redução da pegada ecológica
      • Promover o uso de produtos de agricultura biológica, de proteção integrada ou de produção local e/ou nacional nos refeitórios dos seus serviços e nas escolas pelas quais o Município é responsável
        • Utilização de produtos biológicos e de proteção integrada originários do local e/ou país nas cantinas escolares

    Municípios Aderentes

    Calendário

    Junho - 2017

    DomSegTerQuaQuiSexSab
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930 

     

    Conteúdos IMVF: Mónica Santos Silva :: Ana Teresa Santos :: Ana Isabel Castanheira